As suas opções para os cookies deste Website

Os cookies são essenciais para o bom funcionamento dos nossos sites.
Utilizamo-los para melhorar a sua experiência de utilizador e, em particular, para salvaguardar os seus identificadores. Asseguramos assim a confidencialidade dos seus dados, de modo a criar estatísticas que otimizem as funcionalidades do nosso site, e para lhe oferecer conteúdos cada vez mais relevantes. Clique em "Aceitar e continuar" para aceitar o funcionamento dos nossos cookies e continuar a navegar, ou em "Saiba mais" para aceder aos detalhes dos tipos de cookies e optar por desactivar alguns deles enquanto navega. Saiba mais

  • Serviço de apoio ao cliente keyboard_arrow_down
0805 280 201 Ligação gratuita
done Seu endereço foi salvo
close
error_outline E-mail inválido
close
Experimente gratuitamente

Blog Mailify: O Email Marketing fácil de usar

Dicas para melhorar suas newsletters, atualidades sobre o nosso produto e tudo sobre e-mail marketing.

Práticas de SEO para gerar conversão

Práticas de SEO para gerar conversão

Práticas de SEO são responsáveis por agregar as técnicas utilizadas para posicionar um e-commerce e seus produtos nas primeiras posições nos resultados das pesquisas feitas por internautas em sites de buscas como o Google e Bing, por exemplo.

Poucas pessoas sabem como funcionam os buscadores e seus algoritmos. Fato é que, toda vez que uma página é publicada na internet, os buscadores agem de modo a indexá-la. Isto para que a página seja encontrada por quem a procura.

No entanto, não se deve nunca confundir práticas de SEO para e-commerce com links patrocinados para e-commerce. Se, no primeiro caso, não há custo direto para o lojista, ou seja, sua posição é realizada de forma orgânica. No segundo, o lojista paga para ocupar o espaço na página.

Relembre:

SEO (search engine optimization ou otimização para mecanismos de busca) é o conjunto de ações e estratégias de Marketing Digital que têm como finalidade aumentar o tráfego e desempenho de um site por meio de resultados orgânicos de mecanismos de pesquisa como Google, Bing e até YouTube.

Como as práticas de SEO vão resultar em vendas

É comum que plataformas agreguem inúmeros recursos, pensados para influenciar os resultados das buscas e colocar os negócios online nas primeiras posições. Vamos destacar abaixo algumas técnicas de SEO importantes, que vão te ajudar a vender mais.

Se tratando de um negócio para além de e-commerce, a dinâmica com SEO é a mesma.

Meta descrições corretas

Uma meta descrição trata-se de um pequeno texto que aparece debaixo do título da página nos resultados das buscas. Serve como um resumo do que o usuário encontrará ao clicar naquele link. Funciona como um elemento de atração.

Já que esse item vai definir se alguém visitará ou não o seu site, é importante que ele seja elaborado de maneira correta.

Para atender a um SEO tutorial otimizado, acrescente a palavra-chave na área, como forma de aumentar a relevância.

Entretanto, não deixe de criar uma chamada criativa e que atue de modo a persuadir. Utilize palavras com impacto, de modo a incentivar o usuário a clicar na página.

Outra recomendação importante é que você mantenha o tamanho dentro de parâmetros ideais. O recomendado é que tenha no mínimo 120 caracteres e, no máximo, 156.

Desse modo, ficará visível, sem textos cortados de forma abrupta e você irá manter o máximo de resultados.

Palavras-chave ideais

As palavras-chave estão entre os pontos essenciais de um SEO otimizado. Como são os menores elementos que definem um assunto, elas são utilizadas nas buscas por usuários. Certamente você já fez isso.

Alguém que deseja adquirir uma nova bolsa vermelha, por exemplo, provavelmente buscará por “comprar bolsa vermelha”.

Agora vamos pensar em um negócio que oferece um artigo bem ranqueado com a palavra-chave “onde comprar bolsa vermelha”. Possivelmente, ele receberá a atenção de boa parte dos usuários que fazem a pesquisa. Logo, irá ganhar visitas, e muito provavelmente terá sucesso na venda.

Para obter bons resultados, as palavras-chave precisam de ser encontradas corretamente, como com a ajuda de ferramentas específicas. Em vez de priorizar as muito curtas e genéricas (chamadas de short tail keywords), dê preferência para as conhecidas como cauda longa (long tail keywords). Essas, normalmente, contêm mais de 3 palavras e trazem uma abordagem profunda sobre o tema.

Se, por um lado, isso diminui o volume de pesquisas, por outro é uma forma de aumentar o tráfego qualificado e as chances de conversão.

Uso de palavras-chave nos conteúdos publicados

Preste atenção, não adianta selecionar os assuntos corretamente se eles não forem aproveitados de modo adequado.

Para isso, é fundamental usar as palavras-chave nos conteúdos que você publicar — especificamente, as postagens do blog.

É uma convenção utilizar a palavra-chave selecionada, pelo menos, na introdução, na conclusão e 1 vez durante o conteúdo. Porém, balanceie essa estratégia de acordo com o tamanho do seu conteúdo. Se possível, aplicá-la em um dos intertítulos aumenta a relevância do conteúdo, especialmente se for no 1º.

Cuidado com o uso da palavra-chave em excesso (o chamado keyword stuffing). Simplesmente acrescentá-la para aumentar a sua densidade é uma prática ruim, que o Google irá penalizar.

Ao invés disso, dê preferência para acrescentar sinônimos e variações relevantes do tema. Como os mecanismos se têm tornado cada vez mais semânticos, a sua produção ganhará relevância. E terá destaque.

Retire conteúdos duplicados

Se tratando das penalidades do Google, o plágio é um dos maiores problemas quando se fala em SEO. Se o mecanismo de busca interpretar que um conteúdo é a cópia de outro mais antigo, dará uma punição de não indexação.

O grande desafio é que pode acontecer uma situação de autoplágio. Inúmeros endereços do seu blog podem direcionar para uma mesma página, dando a ideia de que são conteúdos diversos.

Nesse caso, o algoritmo irá entender que são conteúdos que deveriam ser diferentes. E irá identificar o conteúdo duplicado. Para evitar a penalização, você deve retirar os conteúdos. Isso pode ser feito por meio das tags canônicas.

Utilizar este atributo permite que você aponte para o buscador qual é a página principal a ser indexada. Dessa forma, ele irá desconsiderar as demais, evitando a duplicação e as punições decorrentes. É vantajoso utilizar estratégias como tags nofollow, que vão apontar que o algoritmo não deve seguir um determinado link.

Adaptação para o ambiente mobile

Uma pesquisa recente indica que para 2019, a expectativa é que sejam mais de 5 bilhões de usuários mobile. Quanto aos negócios, em 2015 metade dos usuários de smartphone descobriu uma nova empresa por meio de uma pesquisa via aparelho.

Diante dessas informações, o mobile está cada vez mais presente e ele ajudará, progressivamente, os compradores a encontrarem aquilo que precisam.

Sabendo disso, o Google passou a priorizar os sites que possuem uma versão mobile ou responsiva. Ou seja…seu site precisa de um design capaz de se adaptar a qualquer tela.

Mas vá além. Como é 108% mais difícil ler um conteúdo estando via mobile, deve-se priorizar a escaneabilidade. Frases e parágrafos curtos, espaços em branco e imagens vêm como favorecimento ao fácil acesso à informação. Esses aspectos contribuem para uma experiência de usuário otimizada, levando a um melhor resultado de SEO.

Estratégia de link building

Para determinar se o seu site é responsivo e que atende aos interesses de quem pesquisa, o algoritmo considera inúmeros fatores. Entre eles estão a fiabilidade do conteúdo e o tempo de permanência do visitante no site. Esses pontos destacados são muito favorecidos por uma boa estratégia de link building, ou seja, acrescentar links ao conteúdo.

Ao fazer referências de páginas externas de qualidade e autoridade, o buscador compreende que você está oferecendo informação útil para os usuários. Por outro lado, ao fazer link building internamente de forma adequada, é provável que as pessoas passem mais tempo consumindo outros conteúdos.

Com isso, o algoritmo entende que a sua página tem qualidade e oferece posições melhoradas.

Dica: Para ter melhores resultados, não desconsidere o poder do guest post. Com bons parceiros, é possível aumentar o alcance de público e conseguir links de um domínio com boa reputação. Dessa forma, o algoritmo lê o seu site de uma forma otimizada, o que leva a um melhor resultado de ranqueamento.

Ferramentas de SEO WebPeak que vão te ajudar ainda mais

A Web Peak agrega um conjunto de ferramentas de SEO que vão otimizar seu site de maneira correta, assim como seu tempo. Ou seja, todas as ações eficazes de SEO estão presentes na plataforma, como:

  • Pesquisas de nicho de palavras-chave efetivas;
  • Auditorias e análises de sites;
  • Construção de link building ou link earning;
  • Métricas de mídia social;
  • Análises detalhadas de marketing.

Espero que com essas dicas agora você tenha ficado por dentro da importância das práticas de SEO.

Não deixe de nos acompanhar e receba mais dicas para seu negócio!


Autor: Webpeak

 

Sem comentários

Deixe um comentário


Experimente gratuitamente